5 de nov de 2007

A Queda do Dragão

O dragão finalmente cai. Seu corpo é arrastado até a superfície da lagoa, como se as próprias águas de seu covil rejeitassem sua presença maligna. Instantes de silêncio cobrem o local, interrompidos apenas pela respiração ofegante dos heróis. De repente, um raio de luz parece atravessar a rocha sólida e chega ao lugar. Ele anuncia: o inverno chegou ao fim. De toda Faerûn, é ali - em meio a escuridão traiçoeira e entre fungos e musgos - que desabrocha a primeira flor da primavera. Suas pétalas brancas irradiam uma beleza incomparável, como se todos os deuses bondosos tivessem sorrido naquele exato momento e sussurrassem aos heróis: "Bom trabalho".

São com essas palavras que essa história será contada - em prosa e em verso - durante muitos anos. "A Queda do Dragão" alguns chamarão, outros de "A Libertação dos Picos do Trovão" e por muitos outros nomes ela será conhecida. Muitas versões surgirão, mas esse trecho o tempo pouco mudará. Até que séculos tenham se passado e a história vire lenda, a lenda vire mito e o mito se dissolva na memória dos mais velhos...


______________________________________________


*Esse texto narra uma cena importante da campanha que mestro em Forgotten Realms.

*Depois de meses espalhando terror e tirania entre as vilas de bárbaros que habitam os Picos do Trovão, o imperador dragão Mgnorthrond é finalmente derrotado por um grupo de heróis. Mas isso é apenas um trecho de uma história bem maior, que está escrita numa linguagem secreta em pergaminhos antigos...