29 de abr de 2006

Thrown Away

...

Pedi pizza, você tomou sorvete
Trouxe vinho, você queria chá
Sugeri uma comédia, você optou por um suspense
Te ofereci carinho, você queria sossego

Comprei rosas, você preferia lírios
Mandei doces, você tava de dieta
Enviei um cartão, você nem leu
Te liguei, você não atendeu
Te procurei, você me evitou
Insisti, você se irritou
Tentei conversar, você quis gritar
Me dispus a ouvir, você não quis falar
Tentei entender, você não quis aceitar
Tentei reatar, você quis separar...

Quando precisei de um ombro amigo,
Você deu de ombros

Quando eu quis voar,
Você cortou minhas asas...

I fell down, I feel down,
But I'm free now...

_______________________________________
Não é exatamente autobiográfico...

26 de abr de 2006

Meia década...

Neste último domingo, dia 23 de abril de 2006, como a maioria dos leitores deste blog deve saber, completou-se 5 anos de nossa entrada no Cefet. Um dia especial, uma data simbólica que serve para lembrar daqueles (mais de) três anos (graças às greves) especiais de nossas vidas. Bom, não preparei um texto legal sobre isso, mas existem algumas frases que contam um pouco da nossa história...

“Você é um hesterossexual!!!” – Tampinha

“Festa sem bolo não é bolo.” – Aline

“Mordi minha gengiva!” – Ítalo

“Eu sou feito de carne, osso e testosterona.” – Sebastião

“Se não for, é.” – Carol

“Existe um lugar lá dentro de você que se chama âmago.” – Dudu

“Eu gosto daquele bosta.” – Leina

“Roubaram o campo.” – Dudu

“ Eu tiro todo o nada que eu tenho e dou pra vocês e vocês não reconhecem isso!!” – Ítalo

“Não deixe o capitalismo cruel nos separar!” – Gustavo

“Matemática não tem lógica não, vai de 1 a 10 e depois repete.” – Brasileiro

“É DE 0 A 9, PROFESSOOR!!!” – Turma do 3º B depois da frase acima.

“Você vem à força se quiser.” – Genilda

“É a mesma coisa. São sinônimos diferentes.” – Genilda

“Eu sou normal dentro da minha anormalidade.” – Dudu

“É o seu ódio que apimenta o nosso amor!” – Joseph

- extraído e adaptado de um texto muito raro e especial elaborado por um grande amigo...

______________________________________________

Não podia deixar a data passar em branco... Como já disse várias vezes: “foi, sem dúvida, um segundo lar”. Aos meus irmãos de ontem e meus amigos de hoje, um imenso abraço. Desejo que encontrem o sucesso em suas buscas...

PS: sim, tou preparando texto novo; aff, precisa bater em mim não... =D