2 de set de 2007

O Tesouro de Throm-Rhel - Parte Um

Era fim de tarde. O sol buscava o seu abrigo nas entranhas da terra no ocidente distante. Na direção oposta, cavalgavam três companheiros, o semblante escuro deles contrastava com o tom alaranjado do pôr-do-sol.

- Diga-me, Snick: De onde vem esse seu nome Dedos-Leves? - Cristoph perguntou de repente, rompendo o longo silêncio que havia entre os três viajantes.

A pergunta pegou Snick despreparado. Tamanha foi sua surpresa que instintivamente ele freou sua montaria.

- Er... eu venho de uma renomada família de alfaiates. Muito talentosos por sinal. Meus antepassados já fizeram roupas até para a Família Real. Foi o tio do meu tio que fez a mortalha do falecido Rei Theodoric Décimo Sexto - que os deuses o tenham - e a minha avó costurou as primeiras meias que o nosso digníssimo rei calçou quando veio ao mundo. Pode perguntar a ele: Robber e Stelphie Dedos-Leves, talvez ele se lembre.

- Nossa, - exclamou Cristoph admirado - sua família parece mesmo talentosa no que faz. Por que você não seguiu o legado?

- Porque... digamos que eu não tenha herdado esse talento. - justificou Snick.

- Rapazes, odeio interromper a conversa de vocês, mas a noite está nos alcançando e precisamos arranjar um lugar para acampar. - alertou Eeria.

- Tem razão, milady - concordou Cristoph - as estradas não são seguras à noite.

Demorou pouco para eles arranjarem um lugar para descansar. Próximo a uma pequena colina não muito longe da estrada. Eles arrancaram galhos das árvores retorcidas que cresciam na região e fizeram uma fogueira. Amarraram os cavalos e depois dormiram em seus sacos de dormir, exceto o cavaleiro. Ele se dispôs a permanecer acordado e manter-se vigilante, os companheiros aceitaram de bom grado.

Cristoph, então, pois-se a remoer em pensamentos. Ele tinha uma missão importante a cumprir e não lhe agradava o fato de estar se desviando de seu curso. No entanto, a menção da espada lendária que repousava no tesouro de Throm-Rhel não podia ser ignorada. O cavaleiro não acreditava em coincidências: os deuses haviam traçado esse caminho para ele, era seu destino empunhar a lâmina sagrada.

De repente, um barulho veio de um arbusto próximo, despertando Cristoph de seus pensamentos. Instintivamente pegou sua espada e esgueirou-se cautelosamente em direção ao local. O que poderia ser? Um lobo? Um bandido? Um monstro? Um...

- ...Eeria!? - exclamou Cristoph surpreso ao vê-la sair de trás da vegetação.

- Claro que sou eu! Você tava me espionando?

- N-não, milady, claro que não. Não imaginava que fosse você. Mas o que você está fazendo aí?

- Ora, será que uma dama não tem direito a um pouco de privacidade? - retorquiu a mulher aborrecida.

Cristoph, envergonhado, esperou alguns minutos antes de voltar ao acampamento. Ao chegar, encontrou Eeria deitada no chão ao lado da fogueira. Estava de olhos abertos olhando para o céu.

- O que estás a observar, milady? - perguntou Cristoph.

- As estrelas. Venha, deixe-me mostrá-las. - disse Eeria fazendo o cavaleiro deitar-se ao seu lado. - Essa é a constelação do grifo, e essa é a da espada flamejante e essa...

E assim a feiticeira foi mostrando ao cavaleiro várias constelações. E cada vez que ela apontava para as estrelas, Cristoph conseguia ver a gravura correspondente a cada constelação quase como se os dedos de Eeria fossem pincéis mágico a pintar a grande tela que era o céu da noite.

- É mesmo uma bela visão, milady. Não é à toa que você gosta de observá-las. - comentou o cavaleiro.

- Não vejo as estrelas apenas por sua beleza, Cristoph. Os sábios dizem que o céu é como um enorme tomo onde os próprios deuses escrevem conhecimentos de imenso poder. Existem muitos tipos de estrelas e elas são um espécie de alfabeto que só os deuses entendem. No céu, estão escritos grandes segredos do passado e do futuro. Aquele que um dia conseguir decifrar o significado de cada estrela alcançará uma sabedoria inimaginável para um...

Eeria, então, percebeu que o cavaleiro tinha adormecido. Um filete de baba escorria de sua boca aberta.

- Que belo guarda-costas fomos arranjar! - exclamou Eeria pondo-se de pé.

A feiticeira, de repente, parou e ponderou sobre a ambiguidade de suas palavras. Passou o resto da noite de vigília e vez por outra se pegava observando os cabelos loiros do cavaleiro brilhando à luz do fogo.

E a noite se passou sem que nenhum mal se abatesse sobre eles, ou pelo menos assim eles achavam...



______________________________________________


* a continuação da história de Cristoph, o Cavaleiro sem-nada-na-cabeça

* ainda não é nesse post que tem sangue e porrada =\

* eu gostaria de estar postando com mais frequência, mas não tá dando não, peço paciência.

* detalhe: Eeria acordou e saiu do acampamento e Cristoph nem percebeu! =P

7 comentários:

-=Gov=- disse...

heheheh foi bom titio!!!

gostei bastante, o cavaleiro tah e de olho na espada!!! UI! =)

mas, ondas a parte tah muito legal!!! =) coloca um koboldzinho pra ele matar!!!! hehehehhe

NeoTaylor disse...

o cavaleiro mais mané da net está de volta...

e a feiticeira esperta vai se deixar levar pela beleza dele...

mulheres... por mais inteligente que pareçam, possuem um defeito mortal: gostam de homens!

(BOM PRA NÓIS!) =D

flw!

Eduardo disse...

Que coisa anime da porra!, ele dormir quando ela está empolgada discorrendo sobre as maravilhas escondidas nas estrelas...

Porra, se Snick e Eeria dependerem de Christoph pra montar guarda...

O cavaleiro sem-nada-na-cabeça e a feiticeira das orbes encantadoras. Quero ver onde isso vai parar.

E porra: Snick, Stelphie, Robber... família boa essa, viu?

=D

Eduardo disse...

Porra de kobold! Tem que ter um beholder!

anderson eduardo disse...

è Cuervas, mais uma boa éstoria supercriativa e com nomes engraçados. kkkk. Cara, beleza de post, estou aguardando ancioso a segunda parte, e vai no teu tempo postando como der. Abraço e tudo de bom cuervas

Eduardo disse...

Cuervas parece é nome de uísque espanhol.

Ou vinho argentino.

Ou gin porto-riquenho.

Anônimo disse...

華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,
酒店經紀,
酒店工作,
酒店上班,
酒店打工,
禮服酒店,
禮服公關,
酒店領檯,
華麗夢想,
夢世界,